terça-feira, 23 de outubro de 2007

Nossa profissão - parte 2

continuando...

Falando ainda sobre nossa profissão.

Meu querido esposo - Wagner é...dou uma bala pra quem acertar... rs
PROFESSOR
De quê?
MATEMÁTICA
Eu não conheço ninguém que ame tanto ser professor! rs.
na verdade, não consigo imaginá-lo fazendo outra coisa, será por que já o conheci professor? rs
Pois bem, também é professor no nível superior. É especialista em algumas áreas e mestre em Contabilidade.
Ele sim, quer muito, mais muito, exercer a profissão lá no Canadá e eu dou o maior apoio, porque professor como ele é difícil encontrar.

Nossa! como ele tem estudado o bendito do inglês para facilitar. Mas há tanta burocracia pra exercer a profissão, mesmo tendo carência nesta área - Matemática. Devido à dificuldade em conseguir a Licença para lecionar, para o primeiro momento é necessário ter um plano B, e exercê - lo não será problema, porque o wagner é muito disposto.

Sobre a imigração...
Penso que em aproximadamente 18 meses é uma mudança radical nas nossa vidas. País novo, profissão nova pra uns, idioma novo, cultura nova, casa nova, novos amigos e tantas outras. Por isso, é muito importante que a família esteja unida, juntos é mais fácil passar por essa transformação que, aliás, começa aqui no Brasil a partir do instante que decidimos pela imigração.
Importante também convidarmos Deus para estar em cada momento deste processo, pois tudo o que acontece é providência Dele, afinal, foi Ele quem nos criou e nos conhece como ninguém. Ele tem o melhor para nós!

Por hoje é só.

Ah, Se você é professor em terras canadenses ou conhece algum, envie post, com informações, ou deixe-nos sua experiência.

Grande abraço e fiquem na paz.

Um comentário:

Soraya disse...

OI Gislane, eu concordo com vc qnt a importância da união da família, pois aqui nós estamos em uma outra cultura se não estivermos sintonizados a máquina não funciona. Essa união também nos ajuda a superar a saudade e os pequenos (e grandes) obstáculos do dia-a-dia.
Vc falou sobre o Cem anos de solidão, nossa pra mim é um dos melhores livros, tudo bem q eu sou suspeita, pois adoro ler, acho que sou uma apaixonada por letras. hahaha. Um grande bjo.